.mais sobre mim

.posts recentes

. GRANDE CONCERTO/IL DIVO P...

. Parabêns Filho/ Tiago

. Brincadeira

. SOS criança 800202651

. Amor desconhecido

. Mandado de Prisão

. Estatisticas

. Minha Mãe

. Amizade

. Meus defeitos e qualidade...

. Poema

. Poema

. Poema

. Poema

. Poema

. Poema

. Poema

. Poema

.tags

. amizade

. amor

. brincadeira

. coisas

. dia

. il divo

. mãe

. parabêns

. poema1

. poema2

. poema3

. poema4

. poema5

. poema6

. poema7

. poema8

. prisão

. sos criança

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

GRANDE CONCERTO/IL DIVO PAVILHÃO ATLÂNTICO/HOJE ÁS 21H

Esperei tanto por este dia, com o bilhete comprado á 4 meses e agora finalmente vou ve.los ao vivo e a cores.

Daqui a nada tou a sair de casa, pois o concerto começa ás 21h, no Pavilhão Atlantico, adoro-os a tds + o meu preferido sem duvida e o Urs, espero que eles tenham esquecido aquele incidente em espanha penso eu, e que venham bm dispostos, ns portuguesas n fazemos aquelas coisas, o maximo que podemos fazer é raptar um deles e levar para uma ilha deserta sem direito a resgate he he

Isto é para descontrair tou nervosa e com uma ansiedade que mata-me, eles já estam em Portugal, devem estar no soudchek, para que nada corra mal logo á noite.

Urs cá vou eu para ver-te:

Bjs

Ana

sinto-me:
música: Il Divo
tags:
publicado por anafreitas às 17:07

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 26 de Maio de 2007

Parabêns Filho/ Tiago

Filho a mamã dedica-te este topico e este poema, sabes que a mamã te ama mto mesmo.
Filho n foste desejado nm tão pouco programado, aconteçeu num descuido da mamã, ao principio da gravidez a mamã n queria acreditar que ia ter um bebé, ainda n estava mentalizada + com o tempo, foi gostando de sentir o peso na barriguinha e de te ver na eco, as tuas mãozinhas, os teus pezinhos, tinha mto medo da altura em que tu ias nasçer, medo de te perder, medo de n ter forças sufecientes para que tu saises, o que veio aconteçer, a mamã perdeu as forças e tu estavas com a cabecinha presa, as parteiras estavam a ficar preocupadas porque o teu coraçãozinho estava a desçer as batidas, + a mamã n te queria perder e n era esse o teu destino, sabes aquela força que a mamã fez foi a pensar em ti,e lá vieste tu, n choras-te qdo te colocaram en cima do peito da mamã e eu sem forças perguntei se estavas bm, qdo te levaram para limpar choras-te e eu chorei tb.
N passou mto tempo filho, vieste para o pé da mamã e n + saiste, dormias ao pé da mamã, sei hoje que a mamã exagerava tava sempre a te dar mama será porque pensava que podias passar fome n sei, dai hoje estares farto de leite n poderes ver á frente. Parabêns meu bebé por este aninho de alegrias sorrisos, birras, asneirinhas, + sabes tdo isto compensa porque estas aqui com a mamã e mts aninhos viram.

Puro amor de minha alma
Estrela linda e brilhante
De rostinho fascinante
Razão desse meu viver
Orgulho, carinho...bem querer.

Es toda a felicidade
Na minha vida meu filho
Razão de todo amor
Iluminando meus dias
Que Deus te abençoe pra sempre
Um anjo em forma de gente
Eu te amarei para sempre.

Suave riso inocente
Infinita admiração
Luz divina e reluzente
Voce meu filho querido
Amor... pulsar do meu coração

Parabêns

A mamã te amam mto

 

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 17:55

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Brincadeira

Fui convidada pelo meu amigo sonho para esta brincadeira, que no fundo e para nos conhecermo-nos melhor

Quero:  um mundo melhor

Eu tenho:   1 filho lindo, perfeito e saúdavel

Eu acho:  que sou teimosa qb, refilona, e beijokeira

Eu odeio:  falsidade, egoismo, epocrisia, e palmadinhas nas costas

Eu sinto saudades:  da minha adolescência, e do meu tio

Eu escuto:   sempre quem fala cmg

Eu cheiro:  a gel lux, acabei de tomar banho:)

Eu imploro:  a mim mesma para ser - refilona

Eu procuro:  ser + feliz do-que sou

Eu me arrependo:  do-que n fiz e deixei por fazer

Eu amo:  meu bebé, meu marido, meus animais, minha casa, meus pais

Eu sinto dor: qdo meu bebe esta doente, e qdo vejo uma criança com fome

Eu sinto falta:  de voltar á minha terra natal a Madeira

Eu me importo:  mto com o bm estar dos outros, e com o meu tb

Eu sempre:  sempre quiz ganhar o euromilhões para ajudar os necessitados e os animais, é o que + falo

Eu n fico:  num sitio onde me sinta mal ou me olhem de lado

Eu acredito:  no dia de amanhã, e que estarei sempre ao lado do meu bebé para o que ele precisar

Eu danço:  + ou -, gosto de dançar as musicas de discoteca

Eu canto: que nem cana rachada, nem no banho canto para n partir os vidros

Eu choro: sempre que vejo um filme que tenha um final triste ou novela, ou um animal ferido, ou crianças, e qdo o meu bebé me da uma palavra diferente choro de alegria

Eu falho: até agora acho que n falhei

Eu luto: para que possa dar um futuro melhor ao meu filho

Eu escrevo: no msg

Eu ganho: relativamente razoavel para o que sou, tou satisfeita + se houver aumento fico contente

Eu perco:  algum tempo no computador

Eu nunca:  abdico de estar com o meu filho, todos os bocadinhos e para ele

Eu me confundo:  mts vezes com coisas que ja fiz

Eu estou:  sempre a rir

Eu sou: feliz, tento ser a cada dia que passa

Eu fico feliz qdo:  os que me rodeiam estam felizes

Eu tenho esperanças:  de vir a ter uma menina :)

Eu preciso:  de tirar a carta de condução, dá mto geito para ir a qualquer lado

Eu deveria: beijar -

Agora passo para as_

http://bijuteriaselfmade.blogspot.com

 

http://dordealma.blogs.sapo.pt

 

 

 

http://missanguinha.blogs.sapo.pt/

 

http://dordealma.blogs.sapo.pt/

 

Peço desculpa as restantes para mim são todos iguais

 

bjs

 

Ana

 


 

 

 

sinto-me:
publicado por anafreitas às 00:45

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 26 de Abril de 2007

SOS criança 800202651

Poema de uma criança


O meu nome é ""Sara""
Tenho 3 anos
Os meus olhos estão inchados,
Não consigo ver.

Eu devo ser estúpida,
Eu devo ser má,
O que mais poderia pôr o meu pai em tal estado?

Eu gostaria de ser melhor,
Gostaria de ser menos feia.
Então, talvez a minha mãe me viesse sempre dar miminhos.

Eu não posso falar,
Eu não posso fazer asneiras,
Senão fico trancada todo o dia.

Quando eu acordo estou sozinha,
A casa está escura,
Os meus pais não estão em casa.

Quando a minha mãe chega,
Eu tento ser amável,
Senão eu talvez levaria
Uma chicotada à noite.

Não faças barulho!
Acabo de ouvir um carro,
O meu pai chega do bar do Carlos.

Ouço-o dizer palavrões.
Ele chama-me.
Eu aperto-me contra o muro.

Tento-me esconder dos seus olhos demoníacos.
Tenho tanto medo agora,
Começo a chorar.

Ele encontra-me a chorar,
Ele atira-me com palavras más,
Ele diz que a culpa é minha, que ele sofra no trabalho.

Ele esbofeteia-me e bate-me,
E berra comigo ainda mais,
Eu liberto-me finalmente e corro até à porta.

Ele já a trancou.
Eu enrolo-me toda em bola,
Ele agarra em mim e lança-me contra o muro.

Eu caio no chão com os meus ossos quase partidos,
E o meu dia continua com horríveis
palavras...

"Eu lamento muito!", eu grito
Mas já é tarde de mais
O seu rosto tornou-se num ódio inimaginável.

O mal e as feridas mais e mais,
"Meu Deus por favor, tenha piedade!
Faz com que isto acabe por favor!"
E finalmente ele pára, e vai para a porta,

Enquanto eu fico deitada,
Imóvel no chão.

O meu nome é "Sara"
Tenho 3 anos,
Esta noite o meu pai *matou-me*.

Existem milhões de crianças que sofrem caladas, com ameaças, pressões, ja é tempo de por um travão nestes abusos a crianças, basta de as espancar, de as fazerem sofrer, elas n escolheram os pais que tem, nem pediram para nasçer. Eu ~como mãe ja + tolero este tipo de situação e sofro mto com os maus tratos a outras crianças.

N vamos deixar que crianças como a Sara  caiem no esquecimento e sofra sozinha, se n vizermos nada vai aconteçer o mesmo que esta pekenita, morrer sozinha no sofrimento diário. N vou dizer + nada sinto um nó na garganta qdo leio estas coisas.



 

 

sinto-me:
publicado por anafreitas às 15:44

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 20 de Abril de 2007

Amor desconhecido

 

Que amor desconhecido é esse,
que nos envolve
e nos faz perder a razão, 
deixando-nos insensatos, descuidados e
inseguros sem a presença
um do outro?
Mas, ao mesmo tempo,
ansiosos, veias latejantes,
respiração ofegante,
coração pulsante,
no descompasso
de cada um dos nossos passos?
Que amor é esse,
desconhecido, mas amigo,
leve, livre e solto,
absorto em si mesmo
pois nos deixa tontos,
zonzos, sem querer saber nada
a não ser um do outro?
Que amor desconhecido é esse 
que passeia entre a gente
e as almas transparentes
se envolvem em luzidios cristais
brilhando intensamente
entre corpo e mente?
Que amor é esse, desconhecido,
que nos faz ficar desse jeito:
tolos, meninos, infantis
na verdade, pueris?
Que amor é esse, desconhecido,
que nos seduz, onde o corpo deseja
almeja, ardente, em chama flamejante?
Ah! Esse amor é meu conhecido,
amigo, amante, 
de paixão sem razão
mas que me seduz,
me envolve e me traduz,
em claridade solar,
só querendo e vivendo para amar.
De dia, de noite, a todo instante.
Amor amigo, vem me amar!
Sem um instante sonhar
E em meus puros devaneios,
concretizar

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 02:36

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Mandado de Prisão

Declaro  neste momento que o senhor é acusado de provocar

arrepios constantes e descontrações corporais qdo se aproxima de mim

por apresentar corpo insinuante e olhar sedutor.

 Por este motivo, a partir de agora o senhor está preso pela lei do amor

que sempre disse que o nosso destino seria viver

mais felizes juntos... eternamente

Logo será algemado em meus braços, recebendo mts beijos e depois

trancado no meu coração, onde cumprirá pena de prisão perpétua

sob a lei de nº-20511 na 14ª. esquadra do amor

                   Assinado a chefe da 14ª esquadra

                          

                                  Ana

 

                      

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 15:50

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 15 de Abril de 2007

Estatisticas

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 20:14

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Minha Mãe

Fiquei pensando o que dizer-te no dia das mães

Como dizer a alguém que me escolheu o quanto eu a amo

O que dizer a quem me deu vida, a quem me ensinou a viver

Seu coração me ensinou tdo o que sei

Me fez acreditar que existe ainda pessoas boas.

Mas nunca haverá para mim alguém tão especial e querida como tu, Mãe

Suas mãos me acariciam á mto tempo...

No seu colo adormeci muitas vezes...

Chorei no teu ombro e tu me abraças-te, e choras-te cmg

e me consolou... e me aconselhou e sempre me apoiou.

Agradeço a Deus por existires, Mãe

Agradeço por teres me ensinado o que é ser Mãe

Agradeço-te hoje e sempre, tdo aquilo que tenho de bom no meu coração

A ti o meu carinho, o meu beijo, o meu amor

Te amo muito, querida Mãe

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 19:50

link do post | comentar | favorito

Amizade

        Preciso de Alguém

 

Que me olhe nos olhos qdo falo.

 

Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência

 

E, ainda que n compreenda, respeite os meus sentimentos.

 

Preciso de alguém que venha brigar ao meu lado sem precisar  ser convocado

 

alguém amigo o sufeciente para dizer-me as verdades que n quero ouvir

 

mesmo sabendo que posso odia-lo por isso.

 

Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nessa coisa mesteriosa

 

desacreditada, quase impossivel:

 

A Amizade

 

Que teime em ser leal, simples e justo, que n vá embora se algum dia eu perder meu ouro

 

e n for + a sensação da festa

 

Preciso de um amigo que receba com gratidão o meu auxilio, a minha mão estendida

 

Mesmo que isto seja mto pouco para as suas necessidades

 

Preciso de um amigo que seja tb companheiro, nas farras e pescarias, nas

 

guerras e alegrias, e que no meio da tempestade

 

grite em coro cmg

 

Nós ainda vamos rir disso tudo.

 

Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo

 

mas posso escolher o meu amigo

 

E nessa busca empenho, a minha propria alma

 

pois com uma Amizade verdadeira, a vida se torna mais simples

 

mais rica e mais bela...

 

 

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 19:01

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007

Meus defeitos e qualidades

COISAS QUE FAÇO BM

 

Cuidar do meu filho/ Tiago

 

tratar da casa/ enorme

 

cuidar dos animais/ 3 gatos

 

amar o meu marido/ Zé

 

saber ouvir

 

ajudar ao proximo, desde que possa

 

mexer no computador

 

ter bm coração, ás vezes penso + com o coração

 

COISASQUE N SEI FAZER; OU N FAÇO

conduzir/ o meu carro

 

tratar mal as pessoas/ amigas e n só

 

maltratar os animais/ em geral

 

dizer palavrões/ n faz parte da minha vida/ n fui educada a dize-los, nem nunca disse ao meu

 

marido ja lá vam 15 anos

 

HONESTIDADE

 

sincera/ com os meus amigos e familia

 

fiel/ ao meu maridão

 

amiga do seu amigo/ as vezes até demais depois levo com facadas nas costas e mesmo

 

assim perdoo

 

Gosto de ajudar/ a todos/ com palavras ou gesto

 

preocupo-me mto/ com o mundo

 

COISAS QUE DIGO FREQUENTEMENTE

coisinha fofa/ filho

 

lindo/ filho

 

achas/ marido

 

tenho razão/ mtas vezes digo esta frase/ para o marido

 

chega/ para o marido

 

fogo/ marido

 

chato/ marido

 

deixa-me/isto para o marido qdo estou com TPM

 

amo-te mto, n sei o que seria da minha vida sem ti/ para o marido e o filhote

 

Actores e actrizes/ preferidos

George Clooney

 

Brad Pit

 

Jenifer Lopes

 

COISAS QUE ME ATRAEM NO SEXO OPOSTO

Sincero

 

amigo

 

carinhoso

 

romantico

 

que tenha bm coração

 

FILMES QUE GOSTO

Garfield

 

Voo 93

 

a noiva cadaver

 

lost

 

 PROXIMAS VITIMAS

sonho

 

catarina

 

rosi

 

nuvem

 

bijus

 

micas

 

milene

 

sandrarte

 

 Bjs e fiquem bm

 

sinto-me:
tags:
publicado por anafreitas às 02:16

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito